Apresentação

Fundada em 30 de abril de 1995, a Escola Brasileira de Psicanálise (EBP) é uma, dentre as várias escolas da Associação Mundial de Psicanálise (AMP) que fazem parte da rede da Fundação do Campo Freudiano. A Seção Santa Catarina da EBP, tendo iniciado suas atividades como Delegação Geral (1999) e, depois, como Delegação Santa Catarina da EBP (2003), foi fundada pelo, na época presidente da EBP, Ram Mandil, em Petrópolis (RJ), em abril de 2006.

Seus membros assumem o compromisso de promover a práxis original instituída por Sigmund Freud, sob o nome de Psicanálise, e o campo aberto por Jacques Lacan, no ato da fundação da Escola Francesa de Psicanálise, em 1964. Fundada sobre esses princípios, que são os princípios da Escola Brasileira de Psicanálise e sob orientação da Associação Mundial de Psicanálise – fundada por Jacques-Alain Miller -, a Seção Santa Catarina tem como objetivo desenvolver e transmitir a psicanálise a todos os interessados pela orientação lacaniana, no âmbito de Santa Catarina.

A Escola, como formação coletiva, se estrutura na ausência de um saber sobre o que é um analista e aposta na lógica do vínculo particular de cada membro com uma comunidade orientada pelo esforço comum, político, epistêmico e clínico, abrindo, assim, a possibilidade de fazer avançar a psicanálise. Todas as Escolas pertencentes à AMP partilham dessa orientação comum e coordenam suas atividades, embora mantenham completa autonomia.

Um trabalho tem sido sustentado, visando, além da transmissão, a formação de seus membros, pois a Escola ministra uma formação e garante a relação dos psicanalistas, seus membros, com esta formação, colocando-a em debate.

Fazemos nossas as palavras de Bernardino Horne (AME – EBP-Bahia): “A experiência tem demonstrado que estar em uma instituição, expor o saber e atualizar-se na formação permanente que a Escola nos exige e nos permite, ajuda-nos a sustentar esse difícil lugar que é o do analista”.

ADMINISTRAÇÃO

A administração das Seções da EBP é de responsabilidade da sua Diretoria, auxiliada por comissões e em correspondência ao Conselho da Seção e à Assembléia Geral.

CONSELHO DELIBERATIVO

O Conselho Deliberativo é o órgão consultivo e decisório da Seção, sendo composto por 06 (seis) membros , nos seguintes moldes:

a) três membros da Escola, filiados à Seção, eleitos, por candidatura, pela Assembléia Geral;

b) três membros da Escola, filiados à Seção, indicados pelo Conselho daquela

Conselho Deliberativo (2017-2018): Luis Francisco Espíndola Camargo (Presidente), Louise Lhullier (Secretária), Cinthia Busato, Laureci Nunes, Silvia Emilia Espósito e Heloisa Prado R. da Silva Telles (Conselheira Convidada).

Para o período de 2017-2018 as diretorias e o conselho fiscal estão distribuídos da seguinte forma:

Diretora Geral: Eneida Medeiro Santos
Diretor Secretário/Tesoureiro: Leonardo Scofield
Diretora de Intercâmbio e Cartéis: Cinthia Ramos Busato
Diretora de Biblioteca: Louise Lhullier
Conselho Fiscal: Cleudes Maria SlongoLuis Francisco Camargo, e Oscar Reymundo.

Estatuto Social da Escola Brasileira de Psicanálise – Seção Santa Catarina:

Clique aqui para acessar a versão em PDF do Estatuto Social da EBP-SC