Normas técnicas para publicação na “arteira”


A arteira é uma publicação da Escola Brasileira de Psicanálise – Seção Santa Catarina, com periodicidade anual e publica textos (artigos, ensaios, seminários, conferências, traduções) no campo da psicanálise de orientação lacaniana em suas mais diversas interlocuções. Tem por função divulgar o trabalho de analistas e não analistas que pesquisam temas a partir da leitura da psicanálise lacaniana, bem como oferecer para seu público um rico material de pesquisa em psicanálise.

Abaixo segue as normas para a publicação na revista:

1. Os textos devem ser encaminhados para os e-mails gresielanr@gmail.com e/ou ebpsc@oletelecom.com.br com o assunto “para revista arteira”, em arquivo no programa Word for Windows, versão 6.0 ou superior, fonte Arial, corpo de letra 11, digitados com espaço 1,5 cm, com até 8 laudas ou 15.000 caracteres, incluindo os espaços. Os textos deverão ser inéditos em português, e não poderão ser publicados em nenhum outro veículo impresso ou virtual por no mínimo um ano e meio após sua publicação na arteira.

2. Cabe ao Editor e ao Conselho Editorial o exame e a aprovação dos trabalhos enviados. É reservado o direito de não publicação de trabalhos em desacordo com a orientação da revista.

3. O envio implica automaticamente na autorização do autor e na cessão à revista arteira dos direitos autorais patrimoniais referentes exclusivamente à publicação na mesma.

4. Os autores serão notificados da aceitação ou recusa de seus artigos. Os trabalhos serão submetidos à revisão, podendo resultar em alterações na forma do texto, a critério da Comissão Editorial, assim como em recomendações de modificações no texto para que o próprio autor providencie.

5. Os pontos de vista e as opiniões emitidas pelos autores são de inteira responsabilidade dos mesmos.

6. O prazo final da entrega das colaborações será divulgado com antecedência pela Comissão Editorial.

7. A apresentação dos trabalhos deve conter título, nome do(s) autor(es), seguido da  filiação institucional e científica, e e-mail. Indicar endereço para correspondência no final do artigo após as referências.

8. Os artigos devem ser acrescidos de resumo indicativo (ABNT, NBR6028) de no máximo 5 linhas em português, localizado após o título seguido das palavras-chave. O Resumo deve ser traduzido para o inglês (abstract), localizado após a conclusão do artigo seguido das palavras-chave (Key words). Deve ser indicado de 3 a 5 palavras-chave em português e traduzidas para inglês (key words). No resumo indicativo são apresentados os pontos principais do artigo, dispensando dados qualitativos e quantitativos, etc.

9. É responsabilidade do(s) autor(es) a correta apresentação e exatidão das citações no texto, de acordo com a NBR 10520, da ABNT, segundo o sistema autor data, descrito a seguir.

9.1. Citações no corpo do artigo.

Entende-se por citação indireta o texto redigido pelo autor do artigo com base na obra do autor consultado. Deve ser citado no corpo do texto ou entre parênteses o sobrenome do autor seguido do ano de publicação e página sendo esta última opcional.

Exemplos:

a)    Segundo Lacan (2008, p. 90) ou Segundo Lacan (2008)

b)    (LACAN, 2008, p. 90) ou (LACAN, 2008)

Entende-se por citação direta a “transcrição textual de parte da obra do autor consultado”. Até três linhas a citação se localiza no corpo do texto grafada entre aspas, sem itálico e seguida do sobrenome do autor, data e página.

Exemplos:

a)    Segundo Lacan (2005, p. 90), “Compreender e sempre avançar capengando para o mal-entendido.”

b)    “Compreender e sempre avançar capengando para o mal-entendido.” (LACAN, 2005, p. 90).

As citações transcritas com mais de 3 linhas, devem ser destacadas com o recuo de 4 cm da margem esquerda, com fonte arial, tamanho 10, sem aspas e espaçamento simples.

É a repetição da saída da mãe como causa de uma Spaltung no sujeito – superada pelo jogo alternativa, fort-da, que é um aqui e um ali, e que só visa, em sua alternância, ser o fort de um da, e o da de um fort. O que ele visa é aquilo que, essencialmente, não está lá enquanto representado – pois é o jogo mesmo que é o Repräsantanz da Vorsterllung. (LACAN, 1990, p. 63)

10. As referências bibliográficas devem ser elaboradas de acordo com a NBR6023, da ABNT e apresentadas no final do texto. No caso de mais de uma obra do mesmo autor, as menções deverão ser dispostas em ordem cronológica de publicação.

Na composição das referências, seguir as seguintes indicações:

10.1. Livro: Sobrenome do(s) autor(es) em maiúscula, nome do(s) autor(es) em minúsculo, título em negrito, subtítulo antecedido por dois pontos (:) e sem o grafo em negrito, edição, local de publicação seguido de dois pontos (:), editora e data da publicação.

Exemplo:

LACAN, Jacques. O seminário, livro 10: a angústia. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2005.

10.2 Capítulos de livros: Sobrenome do(s) autor(es) em maiúscula, nome do(s) autor(es) em minúsculo, título e subtítulo da parte, seguido da expressão “In:”, e da referencia completa do livro no todo. No final da referência, informa-se a paginação do inicio e final do capítulo.

Exemplos:

LAURENT, Eric. Passe e garantia na escola. In: FORBES, Jorge (Org.). A escola de Lacan: a formação do psicanalista e a transmissão da psicanálise. Campinas, SP: Papirus, 1992. p. 109-118.

LACAN, Jacques. Do sujeito da certeza. In:______. O seminário, livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise (1964). 2. ed. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998. p. 33-44.

10.3 Artigos de periódicos: Sobrenome do(s) autor(es) em maiúscula, nome do(s) autor(es) em minúsculo, título e subtítulo do artigo citado, título do periódico citado em negrito, local da publicação, numeração correspondente ao volume e/ou ano, fascículo ou número, paginação inicial e final do artigo citado e data. Os artigos em formato eletrônico são acrescidos ao final o endereço eletrônico do artigo antecedido da expressão “Disponível em:” e a data de acesso antecedida da expressão “Acesso em:”.

Exemplos:

TARRAB, Mauricio. A felicidade: que felicidade? Arteira Revista de Psicanálise, Florianópolis, n. 4, p. 127-146, 2011.

BENETI, Antônio. A toxicomania não é mais o que era. Almanaque on-line, Belo Horizonte, ano 5, n. 9, jul./dez. 2010. Disponível em: < http://www.institutopsicanalise-mg.com.br/psicanalise/almanaque/09/textos/A%20toxicomania%20n%C3%A3o%20%C3%A9%20mais%20o%20que%20era-BENETI-FINAL.pdf>. Acesso em: 04 abr. 2012.

10.4 Teses, dissertações e monografias: Sobrenome do autor em maiúscula, nome do autor em minúsculo, título em negrito, subtítulo antecedido por dois pontos (:) e sem o grafo em negrito, local, instituição, ano, número de páginas ou volume, categoria (grau e área de concentração), nome do curso ou programa da instituição, local e ano da defesa.

Exemplo:

ROSA VIEIRA, Márcia Maria. Fernando Pessoa e Jacques Lacan: constelações, letra e livro. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2005. 1 v. Tese (Doutorado), Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

10.5 Trabalho apresentado em evento: Sobrenome do(s) autor(es) em maiúscula, nome do(s) autor(es) em minúsculo, título e subtítulo do trabalho apresentado, seguido da expressão “In:”, nome do evento em maiúsculo, numeração do evento (se houver), ano e cidade de realização, título do documento (anais, atas, tópico temático, etc.) em negrito seguido de três pontos (…), local, editora, data de publicação e paginação inicial e final da parte referenciada.

Exemplo:

GALESI, Zelma Abdala. A foraclusão generalizada e a feminilidade do mundo. In: JORNADA DA SEÇÃO SANTA CATARINA DA ESCOLA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE, 5., 2010, Florianópolis. Atas… Florianópolis: EBP-SC, 2010. p. 47-50.

11. Todos os trabalhos citados ou comentados no texto devem constar nas referências.

REFERÊNCIAS

ASSOCIÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

______. NBR 6028: informação e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

______. NBR 10520: informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise (1964). 2. ed. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998. p. 63.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 10: a angústia (1962-1963). Rio de Janeiro: J. Zahar, 2005. p. 90.

kids uggs mont blanc pens uk mbt mont blanc uk mbt online ugg pas cher